© 2017 Rafael Lobato

RAFAEL LOBATO CONQUISTA SEGUNDO LUGAR APÓS CORRIDA ATRIBULADA EM VILA REAL

RAFAEL LOBATO, ao volante do Audi RS3 LMS TCR da Veloso Motorsport com as cores do Ascendi, Crédito Agrícola, Iki Mobile, Fibran XPS, Susazub, Renort, Murganheira, Tomeifel, Glassdrive, Clínica Beco com Saída, Anabela Alves Cabeleireiros, Fornima e Minfo, terminou a primeira corrida do Racing Weekend de Vila Real, disputado hoje no mítico circuito transmontano, no segundo lugar, depois de demasiados incidentes que impediram fazer mais de uma mão cheia de voltas em ritmo de competição.

A bandeira vermelha que saiu logo no início da primeira sessão de treinos cronometrados, acabou por alterar a estratégia de RAFAEL LOBATO. O piloto transmontano, vice-campeão nacional de velocidade 2015, conheceu algumas dificuldades na chicane de Mateus e já no final da sessão teve de ser mais conservador para conseguir marcar um tempo. Contas feitas, ficou a pouco mais de dois centésimos de segundo da “pole position”.

Largando da segunda posição, RAFAEL LOBATO tinha como missão chegar à vitória, mas demasiados incidentes acabaram por deixar pouco tempo útil em pista, entre bandeiras amarelas e “safety car”. Juntaram-se as bandeiras vermelhas que quebraram o ritmo.

No recomeço final, RAFAEL LOBATO ainda tentou chegar à liderança, mas um pequeno erro na chicane de Mateus acabou com uma travagem falhada e um ligeiro toque no primeiro classificado. Não houve consequências, mas também já não havia tempo para nova tentativa e o piloto de Vila Real preferiu guardar o segundo lugar.

O próximo Racing Weekend a contar para o Campeonato Nacional de Velocidade Turismos e para o TCR Ibérico, será disputado em Braga nos dias 2 e 3 de setembro.

Rafael Lobato – “Foi uma corrida para esquecer, demasiado atribulada e com pouco tempo útil em pista. Infelizmente, ainda deu para um erro semelhante ao experimentado nos treinos de qualificação que não teve consequências, apesar do toque no Francisco Mora, mas deixou marcas no colégio de comissários desportivos, que me ‘condenaram’ a um "drive through" com pena suspensa durante duas corridas. Não terminou como desejava a prova de Vila Real, mas são mais uma mão cheia de pontos importantes.

Mostrar Mais