© 2017 Rafael Lobato

RAFAEL LOBATO SEGUNDO EM PORTIMÃO APÓS JORNADA DE EVOLUÇÃO CONTÍNUA

Ultrapassados os problemas ao nível da electrónica do motor do Audi RS3 LMS TCR, que impediram que o vice-campeão nacional de velocidade 2015, RAFAEL LOBATO, conseguisse a melhor preparação para a segunda jornada do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017(CNVT)/TCR Portugal e TCR Ibérico, que se realizou no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), o resultado global da jornada acabou por ser ainda assim positivo com um segundo lugar final conseguido a partir da quarta posição da grelha garantida na qualificação.

 

RAFAEL LOBATO conseguiu assim mais um pódio ao volante do Audi RS3 LMS TCR da Veloso Motorsport com as cores do Ascendi, Crédito Agrícola, Iki Mobile, Fibran XPS, Susazub, Renort, Murganheira, Tomeifel, Glassdrive, Clínica Beco com Saída, Anabela Alves Cabeleireiros, Fornima e Minfo, apontando já baterias à próxima prova em que irá correr em casa, no traçado do circuito de Vila Real.

 

Relativamente à forma como decorreu o fim-de-semana, e dentro das limitações impostas pelo facto de não ter andado no sábado com o carro, o dia de domingo acabou por correr bem. Na qualificação fez o quarto melhor tempo, quando havia a necessidade de conhecer o carro e adaptar o carro à pista — Rafael Lobato já tinha andado no traçado do AIA mas ao volante de um Seat, com um comportamento naturalmente diferente —, sendo que na corrida, fruto de um bom arranque foi subindo na classificação e acabou por terminar no segundo posto, tirando até o melhor partido da presença em pista do safety-car. Apesar de tudo, tendo em conta o que se passou no primeiro dia, depois de arrancar em quarto, terminar em segundo foi particularmente positivo, numa jornada em que foi possível evoluir primeiro na qualificação e depois já na própria corrida.

 

Rafael Lobato – “Foi uma jornada que começou mal mas acabou bem. No sábado as coisas começaram mal quando o motor entrou em modo de segurança, o que nos obrigou a desmontar todo o carro. Acabei por fazer apenas quatro voltas ficando impedido de voltar à pista. Já este domingo pude fazer a qualificação, em mais duas voltas garanti o quarto lugar na grelha, consegui depois um bom arranque que me permitiu subir logo para terceiro e a partir daí foi lutar pela melhor posição.

Com a entrada do safety-car conseguimos tirar o melhor partido de um bom arranque, chegámos ao segundo lugar e a partir daí tentámos mais. Todavia, e porque não tínhamos feito testes, o carro ainda não estava a cem por cento e não pudemos ir mais longe mas foi uma jornada bastante positiva. Ainda assim, terminámos no segundo lugar, a Veloso Motorsport terminou a corrida com as três primeiras posições do pódio e todos nós estamos de parabéns. Agora há que pensar em Vila Real onde vamos correr em casa e para a qual estamos com todo o ânimo e motivação.”

Mostrar Mais